sábado, 7 de outubro de 2017

Polícia Civil de Pinhal só perde agentes e governo não repõe efetivo

Espírito Santo do Pinhal está necessitando IMEDIATAMENTE de mais Policiais Civis. Sobre a falta de funcionários na Polícia Civil de Pinhal, o vereador Jhonny Laurindo revelou na Câmara Municipal que em 2001 havia 34 funcionários e, em 2017, 18 funcionários, dos quais 5 estão aptos a se aposentar, inclusive o delegado Sérgio Ferreira do Carmo. “Desse jeito, a delegacia de Pinhal vai fechar e as ocorrências terão de ser apresentadas em São João da Boa Vista. Um Vereador de lá ingressou com uma ação na Justiça contra o estado obrigando-o a suprir o déficit de policiais civis naquele município e está surtindo efeito. Podemos fazer a mesma coisa aqui em Pinhal”. Ele citou ainda o fato de haver 12 guardas municipais autorizados pela Justiça a portar arma de fogo, segundo informação repassada a ele pelo delegado, e “que poderiam ajudar no policiamento da cidade junto com a Polícia Militar, como acontece em Estiva Gerbi e Aguaí, por exemplo”

Menos contratação

Desde 2011, a Secretaria Estadual de Segurança Pública nomeou 2960 Policias Civis, o que não cobre nem a metade dos agentes que saíram da corporação entre 2011 e 2015. Neste período, 6808 profissionais deixaram a instituição. Numa comparação simples, sem levar em conta o aumento populacional e o da criminalidade, que apresenta redução na maioria dos índices, mas segue em percentuais alarmantes, a Policia Civil paulista tem um déficit hoje de 3480 funcionários.”


Foto Google Maps

Proxima Noticia Proxima Noticia
Noticias anteriores Noticia Anterior
Proxima Noticia Proxima Noticia
Noticias anteriores Noticia Anterior
 

Enviado by FeedBurner