Últimas notícias

Colunista

Com 2 mortes por febre amarela, Espírito Santo do Pinhal vacinou entre 60% e 70% da população

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018
De acordo com a Vigilância Epidemiológica, medo de reação adversa afasta moradores dos postos de vacinação. Unidade de imunização ampliou horário de atendimento.

Com duas mortes de trabalhadores rurais confirmadas por febre amarela silvestre em 2018, Espírito Santo do Pinhal (SP) ainda não atingiu os 100% de moradores vacinados, como determina o Ministério da Saúde. A recomendação é pela proximidade com Minas Gerais. Segundo a diretora da Vigilância Epidemiológica, a cobertura vacinal estaria entre os 60% e 70%, embora os dados oficiais apontem 58%.


Para explicar os índices, a vigilância alega que notícias de mortes e reações adversas da vacina afastam parte dos moradores da imunização.

“Eu acredito que existe um medo da população de receber a vacina, não só de febre amarela, mas de outras vacinas também”, explica a enfermeira coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Isabela Tofoli Ribeiro.

A Secretaria de Saúde descarta falhas no processo de vacinação entre os 44 mil moradores.

“A gente tem plena consciência de que está sendo feita recomendações do Ministério da Saúde para cobertura vacinal”, completa Isabela Ribeiro.

Ações

Para barrar a doença, a Vigilância Epidemiológica lembra as ações na área onde os moradores mortos pela febre amarela moravam.

Foram executados bloqueios vacinais, nebulização e controles de criadouros dos mosquitos que transmitem a febre amarela, além da aplicação de larvicidas.

A Secretaria de Saúde ampliou desde sexta-feira (9) o horário de funcionamento da unidade do Jardim das Rosas. O funcionamento será até às 19h, ou seja, três horas a mais.


VACINANDO
Nesta semana  até sexta-feira (16), o horário será até às 19h. No sábado (17), as equipes de saúde vão vacinar os moradores da zona rural de porta em porta.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário