-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Por falta de funcionários, o plantão 24 horas e o registro de ocorrências aos finais de semana poderão no futuro ser transferidos para São João da Boa Vista(SP). A convite do Vereador Jhonny Laurindo, o Delegado de Polícia Sérgio Ferreira do Carmo participou nesta segunda-feira (19 de março) da sessão da Câmara Municipal de Espírito Santo do Pinhal,  para falar sobre a situação da Polícia Civil, que atualmente também presta atendimento para Santo Antônio do Jardim(SP).

Segundo ele, o estado de São Paulo carece de funcionários na Polícia Civil, principalmente de escrivães e investigadores. Em 2001, quando Dr. Sérgio começou a trabalhar em Pinhal, havia 35 servidores e, hoje, há 18 na ativa. “Enquanto a população e os crimes cresceram, a Polícia Civíl encolheu”.

Dr. Sérgio, que está na Polícia Civil há 27 anos, explicou também que se a falta de funcionários continuar o plantão 24 horas e o registro de ocorrências aos finais de semana poderão ser transferidos para São João da Boa Vista. 

Antigamente, por exemplo, o I Distrito Policial e a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) ficavam em imóveis separados, mas, com a falta de funcionários ao longo do tempo, esses órgãos de segurança tiveram de ser transferidos para o mesmo prédio onde fica a Delegacia de Polícia do Município.

Para amenizar um pouco o problema, a Polícia Civil deverá abrir concurso público para a contratação de servidores, visando suprir carência dentro da corporação. Apesar da carência de funcionários, a Polícia Civil de Pinhal trabalha com afinco e, dentro do possível, procura prestar um atendimento adequado à população, ressaltou o delegado, que pede o apoio das autoridades políticas da cidade em prol de uma melhor condição de trabalho.Fonte: Câmara Municipal de Pinhal