Continua depois do anúncio
A Patrulha Ambiental da DPBEA (Divisão de Proteção e Bem Estar Animal) de Itapira(SP) resgatou duas maritacas que estavam sendo vendidas pelas redes sociais. As aves silvestres foram anunciadas em um grupo de vendas e trocas no Facebook.

De acordo com o chefe da DPBEA, Rogério Oliveira, em menos de um mês este é o terceiro caso do tipo flagrado pelo órgão. O caso aconteceu na última segunda-feira (5). Foi ele próprio quem se deparou com o anúncio, que afirmava também que as maritacas poderiam ser trocadas por um celular.

Oliveira fingiu ser um comprador e manteve contato com a vendedora, uma mulher de 43 anos. Ele conseguiu o endereço e foi ao local, uma residência no Conjunto Achiles Galdi, onde ocorreu a apreensão. “As duas aves foram apreendidas e a responsável pelo anúncio na internet foi qualificada e notificada. A lei prevê multa de até R$ 500,00 por ave”, afirma Oliveira.

Segundo ele, o caso será encaminhado aos cuidados da Policia Militar Ambiental para que as medidas necessárias sejam tomadas. As aves jovens foram provisoriamente encaminhadas a uma clínica veterinária da cidade para avaliação e estadia, até que possam ser adequadamente destinadas.


Oliveira se passou por comprador (Divulgação)Fonte: ItapiraNews.com.br