author photo
Paciente diagnosticado com o vírus tem 58 anos e recebeu alta do HC. Outros dois infectados morreram em virtude de complicações da doença em janeiro. Espírito Santo do Pinhal (SP) confirmou na tarde desta quinta-feira (8) o terceiro caso confirmado de febre amarela autóctone - quando a infecção ocorre no próprio município. De acordo com a Prefeitura, o paciente é um homem de 58 anos que reside na Vila Roseli, onde há muitas chácaras.

A administração informou que ele apresentou sintomas na primeira quinzena de fevereiro e foi atendido pelo Hospital Francisco Rosas. Na sequência, foi encaminhado ao Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP), onde recebeu tratamento e teve alta na semana passada.


Segundo o governo, seis casos ainda são considerados suspeitos e dependem das análises de exames pelo Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista. Entretanto, segundo a assessoria, estas pessoas alegaram que tomaram a vacina contra a enfermidade.


Mortes

Em fevereiro, a Prefeitura confirmou que dois irmãos morreram por febre amarela. Eles eram trabalhadores rurais e foram infectados perto da divisa com Jacutinga (MG), em janeiro. Eles deram entrada no pronto-socorro da cidade e foram transferidos para o HC da Unicamp.

José Donizete Bucioli, de 46 anos, morreu no dia 27 de janeiro; enquanto Antônio Bucioli, de 50, veio a óbito dois dias depois. À EPTV, um familiar confirmou que Antônio, com hepatite fulminante provocada pelo vírus da febre amarela, realizou transplante de fígado no HC, mas não resistiu.

Por G1 Campinas e Região
mosquito

Este artigo tem 0 komentar


EmoticonEmoticon

Próximo Artigo Next Post
Artigo Anterior Previous Post