Polícia Civil deflagra operação “Capulus” no sul do estado e prende oito suspeitos de roubo de carga de café. A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, na terça-feira (22), a operação “Capulus” nas cidades de Andradas e Ibitiura de Minas, no Sul do estado. Na ocasião, foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva e onze mandados de busca e apreensão referentes a um roubo de carga de café, avaliada em R$200 mil, na cidade de São Francisco de Paula/MG, no dia 9 de maio deste ano. A operação contou com cerca de 40 policiais civis e apoio aéreo.

As investigações identificaram que Alexandre Lopes Pimentel, 38 anos, vulgo “Xandinho” seria o líder da organização criminosa. Ele foi preso em Ibitiura de Minas na ação, nesta terça-feira (22). Na mesma cidade, foram presos Marcio Aparecido Pimentel, 43, apontado como o responsável por clonar os veículos roubados e utilizados pela quadrilha, e os suspeitos José Carlos Costa Júnior, 35; Gilmar Donizete de Carvalho, 62; Marcio Fernandes, vulgo “Pirola”, 45 ; Fernando Semionato, 39; e Fabio de Oliveira Stela, 32. O suspeito Acácio Benedito Raimundo, vulgo “Dentinho”, 34, foi preso em Andradas.

Os investigados foram presos preventivamente pela prática de roubo qualificado. A Polícia Civil ainda realiza as buscas por Fernando Cristiano Lopes, 45, Luiz Carlos dos Reis, 58 ; e Diego Lima Raimundo, 35, que também eram integrantes da organização criminosa.

Na data do crime, os membros da organização criminosa, armados, renderam os vigilantes de uma cooperativa e os mantiveram como reféns junto a outros funcionários que ainda estavam no estabelecimento.  Foram levadas 475 sacas de café do local. As investigações revelaram que os suspeitos já haviam praticado outros crimes semelhantes pelas características dos suspeitos e o modo de agir.

As apurações ainda revelaram que os indivíduos usaram um caminhão, de propriedade da cooperativa agropecuária de São Francisco de Paula, para fazer o transporte da carga de café́, tendo eles roubado também o veículo. A Polícia Civil ainda identificou que a organização criminosa possuía distribuidores que receberam um grande carregamento de “café”, que foi distribuído em poucas semanas para receptadores.

O Chefe do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), Delegado Rodrigo Bustamante, elogiou o trabalho de investigação da equipe. “Esta foi uma investigação de qualidade executada pelo Depatri. As informações foram colhidas com agilidade e eficiência, o que possibilitou uma resposta rápida da Polícia Civil. O apoio do 18° Departamento de Poços de Caldas foi fundamental para execução da diligência”, destacou o Delegado.

Do site Portal das Gerai e Andradas Espiral




Operação prende oito suspeitos de roubo de carga de café em Andradas(MG)

Polícia Civil deflagra operação “Capulus” no sul do estado e prende oito suspeitos de roubo de carga de café. A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, na terça-feira (22), a operação “Capulus” nas cidades de Andradas e Ibitiura de Minas, no Sul do estado. Na ocasião, foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva e onze mandados de busca e apreensão referentes a um roubo de carga de café, avaliada em R$200 mil, na cidade de São Francisco de Paula/MG, no dia 9 de maio deste ano. A operação contou com cerca de 40 policiais civis e apoio aéreo.

As investigações identificaram que Alexandre Lopes Pimentel, 38 anos, vulgo “Xandinho” seria o líder da organização criminosa. Ele foi preso em Ibitiura de Minas na ação, nesta terça-feira (22). Na mesma cidade, foram presos Marcio Aparecido Pimentel, 43, apontado como o responsável por clonar os veículos roubados e utilizados pela quadrilha, e os suspeitos José Carlos Costa Júnior, 35; Gilmar Donizete de Carvalho, 62; Marcio Fernandes, vulgo “Pirola”, 45 ; Fernando Semionato, 39; e Fabio de Oliveira Stela, 32. O suspeito Acácio Benedito Raimundo, vulgo “Dentinho”, 34, foi preso em Andradas.

Os investigados foram presos preventivamente pela prática de roubo qualificado. A Polícia Civil ainda realiza as buscas por Fernando Cristiano Lopes, 45, Luiz Carlos dos Reis, 58 ; e Diego Lima Raimundo, 35, que também eram integrantes da organização criminosa.

Na data do crime, os membros da organização criminosa, armados, renderam os vigilantes de uma cooperativa e os mantiveram como reféns junto a outros funcionários que ainda estavam no estabelecimento.  Foram levadas 475 sacas de café do local. As investigações revelaram que os suspeitos já haviam praticado outros crimes semelhantes pelas características dos suspeitos e o modo de agir.

As apurações ainda revelaram que os indivíduos usaram um caminhão, de propriedade da cooperativa agropecuária de São Francisco de Paula, para fazer o transporte da carga de café́, tendo eles roubado também o veículo. A Polícia Civil ainda identificou que a organização criminosa possuía distribuidores que receberam um grande carregamento de “café”, que foi distribuído em poucas semanas para receptadores.

O Chefe do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), Delegado Rodrigo Bustamante, elogiou o trabalho de investigação da equipe. “Esta foi uma investigação de qualidade executada pelo Depatri. As informações foram colhidas com agilidade e eficiência, o que possibilitou uma resposta rápida da Polícia Civil. O apoio do 18° Departamento de Poços de Caldas foi fundamental para execução da diligência”, destacou o Delegado.

Do site Portal das Gerai e Andradas Espiral




Publicidade
 Clique para acessar o site da Varanda Italiana
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário