-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Foto divulgação
Técnica que ajudou jovens tailandeses a manterem o equilíbrio é aplicada também em escolas no Brasil.

Nos últimos dias, o mundo dividiu sua atenção em duas. De um lado, em pró dos resultados da Copa do Mundo, do outro, torcendo juntos pelo resgate de 12 adolescentes e seu treinador, presos em uma caverna sem alimentação. O resultado desta energia rendeu uma grande vitória, o salvamento dos trezes tailandeses. A principal parte desta força foi dos próprios jovens que mantiveram o equilíbrio adotando uma técnica milenar: a meditação.

Durante 17 dias, o treinador de futebol Ekkapol Ake Chantawong viveu momentos difíceis. Juntamente com seus alunos de 11 a 16 anos de idade, o professor de 25 anos ficou preso na caverna Tham Luang, no norte da Tailândia. Mesmo diante da situação, o treinador teve a tranquilidade de ensinar os princípios da meditação para os alunos. Antes de se tornar treinador, Ake foi monge budista durante dez anos, seus conhecimentos no monastério foram colocados em campo, ao decorrer dos dias que ficaram presos, ajudando para que eles conseguissem manter o controle diante de uma situação extrema

A especialista em meditação para jovens e crianças, Daniela Degani destaca que a prática de mindfulness certamente contribuiu para que os jovens pudessem manter a calma numa situação tão extrema e estressante. Segundo a mentora, isso atesta o que ela acredita e ensina: a meditação pode (e deveria) ser adotada na vida escolar por professores e alunos. "Neste caso, os alunos não ocuparam suas mentes se deprimindo com o passado ou preocupados e ansiosos com o futuro. Eles sentiram o presente e isso foi fundamental", comenta.

Degani afirma que manter uma mente equilibrada, sã e consciente dos seus pensamentos é tão importante quanto ter um corpo saudável. "É preciso ter uma mente cheia de saúde também. E a meditação, principalmente na vida dos pequenos, pode ser um grande investimento para o futuro deles. Seja para relações profissionais, pessoais e até mesmo sob estados de risco, como vimos com os jovens tailandeses."

Consciente destes e de outros benefícios, Daniela é idealizadorado projeto MindKids - que leva a prática para crianças e adolescentes, pais e professores em em escolas do Brasil. A professora resume alguns dos benefícios trazidos pela meditação:

Melhora na atenção – Quem medita obtém melhora na atenção, o que também reflete em tarefas que exigem concentração, como a resolução de exercícios na escola ou de tarefas no dia a dia.

Maior compaixão – Quem pratica mindfulness também tende a ajudar mais o outro e ter mais compaixão não só com quem está ao redor, como também consigo mesmo.

Equilíbrio emocional – A prática da meditação ajuda a diminuir a impulsividade favorecendo respostas pensadas.

Mais calma – A meditação também reduz o sentimento de estresse e ajuda a lidar com a ansiedade e desconfortos causados por situações sociais estressantes, ocorram elas no ambiente escolar ou familiar.

MindKids

MindKids é um projeto liderado e idealizado por Daniela Degani, que tem como missão levar a prática da meditação para ambientes nos quais as crianças e jovens possam aprender e compreender a importância da prática milenar. De acordo com a Mindful Schools, mais de 750 mil crianças e adolescentes já aderiram a prática nos EUA e outros países do mundo.

A intenção da MindKids é que os pequenos brasileiros possam também desfrutar do método, juntamente com seus pais e professores. Com isso, permite desenvolver habilidades para a vida como: capacidade de foco, concentração, equilíbrio emocional, empatia e compaixão. O projeto de Degani já impactou mais de 900 crianças, pais e professores no País.

Daniela Degani

Daniela Degani é idealizadora da MindKids. Formada em Administração de Empresas pela USP, pós-graduada em Comunicação pela ESPM, ela atuou muitos anos em empresas como Unilever, Microsoft e Mead Johnson Nutrition. Praticante de meditação desde 2012, medita com crianças há mais de 3 anos, sendo treinada em Mindfulness para Crianças e Adolescentes pela Mindful Schools (EUA).

Degani também é colunista do portal bora.ai do Estadão, escrevendo sobre meditação. A buscar constantemente aprimoramento de sua prática, técnicas e conhecimento da área, a profissional já participou da conferência Bridging the Hearts & Minds of Youth de 2017 (San Diego, EUA) e é parte do programa de certificação da Mindful Schools Class of 2018. Daniela participa também do programa do Mindfulness Training Institute na Inglaterra, voltado ao estudo e aprofundamento do ensino de Mindfulness em ambientes seculares.

Acompanhe o trabalho da MindKids
Site: http://www.mindkids.net/
Instagram: http://www.instagram.com/mind.kids/
facebook: http://www.facebook.com/mindkids.dani/