Jovem guaçuano morre engasgado com pedaço de carne
Foto divulgação Mogi Guaçu Acontece
Segundo informações do site Mogi Guaçu Acontece, um jovem comerciante de Mogi Guaçu, morador do bairro Jardim Novo I, Guilherme de Carvalho da Silva de 28 anos, morreu na noite desta quinta-feira(12) na cidade vizinha Estiva Gerbi(SP).
Continua depois do anuncio

Guilherme estaria em um bar junto com amigos, nas proximidades da 'Feira Noturna' da Estiva Gerbi, quando teria se engasgado ao comer um pedaço de carne. Por causa da obstrução, o jovem ficou sem ar e desmaiou no local. Populares realizaram os procedimentos de massagem cardiopulmonar na tentativa de salvar Guilherme até a chegada do socorro.

O SAMU foi acionado e rapidamente chegou ao local. Com a presença do médico e os profissionais da saúde, foi dado sequencia aos procedimentos padrões de ressucitamento, mas infelizmente sem sucesso.

O corpo do jovem guaçuano foi conduzido para o IML de Mogi Guaçu e liberado para os familiares prosseguir com o funeral.

Morte por engasgamento é mais comum do que se imagina, diz médico
 Jovem guaçuano morre engasgado com pedaço de carne
Alaor Pavesi, Médico Clínico Geral
Segundo clínico geral Alaor Pavesi, morrer engasgado é muito mais comum do que se imagina.

“Isso é muito comum, muita gente morre assim. A pessoa coloca um pedaço muito grande de carne na boca e engole. Quando ele chega no encontro do esôfago com a traqueia, não consegue mais descer e a pessoa sufoca”, contou.

Segundo Alaor, nesses casos, a ajuda de quem estiver por perto é importante para tentar salvar a pessoa. “É mais fácil fazer a pessoa colocar o alimento para fora do que engolir. Se isso não der certo, você pode soprar dentro da boca dela para tentar mantê-la viva até chegar ao hospital”.


De acordo com o médico, há ainda outra alternativa, mais radical, mas que funciona. “É possível salvar essa pessoal fazendo um cortezinho na traqueia, abaixo do pomo de adão, e introduzindo ali o corpo vazio de uma caneta”. O ideal é que isso seja feito por um médico ou outro profissional da área da saúde, mas, segundo Alaor, até mesmo uma pessoa leiga com algum treinamento é capaz de realizar esse procedimento.

Com informações do Mogi Guaçu Acontece e Tribuna Online

Jovem guaçuano morre engasgado com pedaço de carne

 Jovem guaçuano morre engasgado com pedaço de carne
Foto divulgação Mogi Guaçu Acontece
Segundo informações do site Mogi Guaçu Acontece, um jovem comerciante de Mogi Guaçu, morador do bairro Jardim Novo I, Guilherme de Carvalho da Silva de 28 anos, morreu na noite desta quinta-feira(12) na cidade vizinha Estiva Gerbi(SP).
Continua depois do anuncio

Guilherme estaria em um bar junto com amigos, nas proximidades da 'Feira Noturna' da Estiva Gerbi, quando teria se engasgado ao comer um pedaço de carne. Por causa da obstrução, o jovem ficou sem ar e desmaiou no local. Populares realizaram os procedimentos de massagem cardiopulmonar na tentativa de salvar Guilherme até a chegada do socorro.

O SAMU foi acionado e rapidamente chegou ao local. Com a presença do médico e os profissionais da saúde, foi dado sequencia aos procedimentos padrões de ressucitamento, mas infelizmente sem sucesso.

O corpo do jovem guaçuano foi conduzido para o IML de Mogi Guaçu e liberado para os familiares prosseguir com o funeral.

Morte por engasgamento é mais comum do que se imagina, diz médico
 Jovem guaçuano morre engasgado com pedaço de carne
Alaor Pavesi, Médico Clínico Geral
Segundo clínico geral Alaor Pavesi, morrer engasgado é muito mais comum do que se imagina.

“Isso é muito comum, muita gente morre assim. A pessoa coloca um pedaço muito grande de carne na boca e engole. Quando ele chega no encontro do esôfago com a traqueia, não consegue mais descer e a pessoa sufoca”, contou.

Segundo Alaor, nesses casos, a ajuda de quem estiver por perto é importante para tentar salvar a pessoa. “É mais fácil fazer a pessoa colocar o alimento para fora do que engolir. Se isso não der certo, você pode soprar dentro da boca dela para tentar mantê-la viva até chegar ao hospital”.


De acordo com o médico, há ainda outra alternativa, mais radical, mas que funciona. “É possível salvar essa pessoal fazendo um cortezinho na traqueia, abaixo do pomo de adão, e introduzindo ali o corpo vazio de uma caneta”. O ideal é que isso seja feito por um médico ou outro profissional da área da saúde, mas, segundo Alaor, até mesmo uma pessoa leiga com algum treinamento é capaz de realizar esse procedimento.

Com informações do Mogi Guaçu Acontece e Tribuna Online
Publicidade
 Clique para acessar o site da Varanda Italiana
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário