-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Eleições 2018: mudanças no início do horário de verão
Com 15 dias a menos do que tradicionalmente ocorre, o novo horário de verão durará cerca de três meses.

Haverá mudanças no cronograma do horário de verão por conta das eleições 2018. Normalmente, o inicio do horário de verão é a partir da meia noite do terceiro domingo do mês de outubro, mas este ano foi adiado para o dia 04 de novembro - que será o primeiro domingo após a disputa do segundo turno. Com essa mudança, o horário de verão terá 15 dias a menos, retornando para o horário normal no dia 16 de fevereiro de 2019.

Leia também: Eleições 2018: você se lembra em quem votou na última eleição?

É possível que essa data ainda sofra modificações. Segundo a Agência Brasil, o Ministério da Educação (MEC), solicitou ao presidente Michel Temer o adiantamento do início de verão em razão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Segundo o MEC, a alteração no horário poderá gerar confusão, fazendo com que candidatos possam perder o exame devido ao novo horário.

Estados 
Neste ano, os municípios do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e do Distrito Federal adiantam em uma hora o relógio.


Leia também: Confira quais os Deputados Federais que mais enviaram verba para Pinhal
O leste do Amazonas, Roraima e Rondônia deixam o relógio atrasado em duas horas em relação a Brasília, enquanto o estado do Acre e parte oeste do Amazonas atrasam o relógio em três horas em relação ao horário oficial do Brasil.

Com informações do UOL