-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Gestão de Trump diminui desemprego de Negros nos EUA
Dados da Organização Statista mostram que a taxa de desemprego dos afro-americanos diminuiu de 16% em 2010 para 7,5% em 2017. A taxa de desemprego nacional geral foi de 4,4% em 2017.

Consultoria acredita que melhores condições para atrair empresas pode ser razão do declínio. Estatística da Organização Statista divulgadas em julho deste ano mostram um declínio da taxa de desemprego de afro-americanos entre 1990 e 2017. O percentual caiu de 16% em 2010 para 7,5% em 2017. Para este ano, especialistas acreditam que o nível de desemprego desta comunidade ficará abaixo de 6%. A política de atração de empresas por meio de benefícios tributários adotada pelo Presidente Trump pode justificar a diminuição geral do desemprego.

É o que acredita a Consultoria de investimentos nos EUA, Oxford Group, dirigida pelo brasileiro e Economista Carlo Barbieri há mais de 30 anos no mercado americano. Segundo Barbieri, as políticas econômicas e as vantagens tributárias desenhadas pelo Presidente Trump tem atraído cada vez mais empresas estrangeiras, inclusive brasileiras, para os EUA.

Detectamos este ano, um aumento de mais de 40% de empresas brasileiras em busca de se internacionalizar para os EUA. As mudanças nas regulamentações tributárias americanas estão atraindo um grande volume de novos empreendedores estrangeiros e também trazendo de volta empresas americanas que se mudaram para o exterior para evitar serem tributadas em lucros obtidos fora dos EUA. Esta sem dúvida é a matemática para diminuição do índice de desemprego nos EUA
afirma Carlo Barbieri.Economista e Consultor Carlo Barbieri - Oxford Group USA
Segundo o economista, novos acordos comerciais elaborados pelo presidente Donald Trump e a ação de cancelar acordos multilaterais que sempre foram desinteressantes para os EUA impactaram no mercado americano. Além disso, as novas restrições para evitar imigração ilegal e o fomento à imigração qualificada e mais bem paga tem criado o cenário ideal para aumento do poder de compra e crescimento da economia.

"A perspectiva com esses e outros fatores é que os EUA crescerão a uma taxa superior a 3% pelo menos nos próximos três anos. Muitos setores receberão investimentos substanciais – a infra-estrutura, por exemplo, deverá receber um investimento de mais de US $ 1 trilhão nos próximos dez anos. Uma notícia positiva para empresários que desejam internacionalizar suas empresas", afirma Carlo Barbieri.

Com quase 30 anos de experiência nos Estados Unidos, Carlo Barbiei é Presidente do Grupo Oxford USA. Consultor, jornalista, analista político, palestrante e educador. Membro fundador e primeiro presidente do Brazilian Business Group, membro fundador e presidente do Brazil Club e membro do conselho da Deerfield Chamber of Commerce. Formado em Economia e Direito com mais de 60 cursos de especialização no Brasil e no exterior. Cursos estes realizados em diversas Instituições, como: Fundação Getúlio Vargas, Universidade Federal de Brasília, Universidade Mackenzie, Sorbonne, University of Chicago Harvard e Massachusetts Institute of Technology (MIT).