-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Lei seca eleitoral não será aplicada em São Paulo no primeiro turno da eleição
De acordo com o Tribunal Eleitoral de São Paulo, o estado de São Paulo não terá a famosa "lei seca eleitoral" durante o primeiro turno das eleições de 2018, que ocorre no domingo, dia 7 de outubro.

Além de São Paulo os estado do Distrito Federal, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Maranhão, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina também não será aplicada a lei seca eleitoral.

Em Minas Gerais, uma resolução conjunta do Governo Estadual proibiu a venda, distribuição e fornecimento de bebidas alcoólicas das 6h às 18h do dia 7 de outubro em todo território mineiro. Se houver segundo turno, a medida também será aplicada. A fiscalização e a vigilância será feita pelas polícias civil, militar e federal. É possível fazer denúncias pelos números 190 e 181.

Leia também: Confira os locais de votação em Pinhal e em Santo Antônio do Jardim

Atualmente não existe uma lei geral eleitoral que proíba definitivamente o comercio de bebidas alcoólicas no final de semana dos pleitos, mas juízes e a Secretaria Pública podem pedir a proibição da venda e consumo em estados ou até em cidades específicas.

Já as blitzes da lei seca no trânsito seguirão normalmente em todo o Brasil. O condutor que for flagrado alcoolizado ( até 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido ) será atuado, multado e responderá processo. A partir de 0,34 miligrama, é configurado crime de trânsito. No Estado de São Paulo, o motorista é detido e levado para Policia Civil, responderá a processo criminal, multa e perde a carteira de habilitação por 12 meses.

Com informações da Folha e da Revista Veja