-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Operação Anjos da Lei combate o tráfico de drogas próximo de escolas de todo Brasil
Coordenada pelo Conselho dos Chefes de Polícia Civil, operação Anjos da Lei contou com participação de todos os Estados

As polícias civis de todos os Estados e do Distrito Federal deflagraram, na manhã desta terça-feira (13), uma operação visando o combate ao tráfico de drogas na proximidade de escolas ou dentro delas. A ação, chamada de Anjos da Lei, segue em andamento de forma conjunta e integrada.

“A Polícia Civil de São Paulo se sente orgulhosa de fazer parte dessa operação vitoriosa. Estamos engajados plenamente. Entendemos a profundidade, extensão e o valor social dessa operação, que já rendeu, apenas no Estado, 29 flagrantes até o momento”, destacou o delegado-geral da polícia paulista, Paulo Bicudo.

Em São Paulo, participaram cerca de mil policiais dos dez Departamentos do Interior (Deinter), além do Departamento da Grande SP (Demacro) e da Capital (Decap).

Apenas em Jundiaí, na região de Campinas, aproximadamente quatro mil pinos de crack foram apreendidos à cerca de 100 metros de duas escolas. Um homem foi preso em flagrante pelo crime.

“Gostaria de agradecer a todas as polícias, de todos Estados da Federação e do Distrito Federal, que estão atuando para reprimir este tipo de tráfico que é extremamente doloso”, afirmou o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Em todo o país
O Plano de Ação referente à operação está inserido no escopo operacional do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), promovendo e integrando o Sistema Único de Segurança Pública, coordenado pelo Ministério da Segurança Pública.

O nome da operação, segundo o presidente do CONCPC, delegado Emerson Wendt, é em referência a um filme em que policiais se infiltram em instituições de ensino para prevenir crimes.

“Nós realizamos a operação com o enfoque principal de coibir, reprimir e prevenir o tráfico de drogas nas proximidades e dentro das escolas”, explicou Wendt, que é o chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

As ações se dão por meio de cumprimento de ordens de prisão, mandados de busca e apreensão, ações de rua com apuração de denúncias e eventuais prisões em flagrante.

Dados parciais
Até o momento, à nível nacional, já foram detidas 166 pessoas – 29 foragidos recapturados, 74 em flagrante, 42 por mandado e 21 adolescentes apreendidos.

Sete veículos, 16 armas, 24 celulares e 14 aparelhos eletrônicos também foram apreendidos pelos policiais de diversos Estados, bem como cerca de R$ 8,4 mil.

Cerca de 715 gramas de maconha, 321 de cocaína e 678 de crack, além de quatro unidades de ecstasy também foram encontradas e encaminhadas para perícia.

A ação prossegue em andamento em São Paulo e em todo país.
Operação Anjos da Lei combate o tráfico de drogas próximo de escolas de todo Brasil