-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Pinhal cai 261 posições em ranking ambiental e perde certificado 'Município VerdeAzul'
O município perdeu o certificado "Município VerdeAzul' em 2017. Este certificado garante à prefeitura premiada preferência na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP).

Com pontuação de 13,48, Espírito Santo do Pinhal caiu 261 posições em comparação ao ano de 2016 e ficou em 314º lugar no Ranking Ambiental 2018 das cidades paulistas inscritas no Programa Município VerdeAzul (PMVA), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. A cidade ocupa atualmente 314ª posição na lista de 641 cidades avaliadas. Em 2016, Pinhal ficou na 53ª posição e obteve nota de 83,14, necessária para receber o 'Certificado Município VerdeAzul'

Sem o certificado que reconhece a boa gestão ambiental municipal, Espírito Santo do Pinhal perde a preferência na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP).

Desenvolvimento sustentável
O Programa Município VerdeAzul, lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental, com estímulo e auxílio às prefeituras paulistas, na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas em busca de um desenvolvimento sustentável.

As ações propostas pelo programa, em 2007, compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

Fonte http://verdeazuldigital.sp.gov.br
Foto Carlos Aliperti / Câmara Municipal de Pinhal