-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
O site O Antagonista divulgou no final da tarde desta segunda-feira(31), um memorando interno da Polícia Federal que relata falha na segurança de Jair Messias Bolsonaro, que assume a Presidência da República amanhã.

Segundo o documento, a falha ocorreu ontem durante reunião com integrantes da equipe do futuro governo.
Um policial que não fazia parte da segurança do Presidente se identificou na entrada e conseguiu entrar na residência, sem autorização (…) sendo certo, que o policial ficou tentando tirar foto com o Presidente.
Abordado pelo delegado Alexandre Ramagem, que coordena a segurança de Bolsonaro, o policial se identificou como o agente da PF Heitor Camargo de Oliveira Júnior, que estaria habilitado apenas para segurança de autoridades estrangeiras.

A conduta do agente foi considerada “grave”, motivando pedido de afastamento e abertura de processo disciplinar.