-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --

Por falta de apoio da Prefeitura, comunidade para dependentes químicos deixará Pinhal
Em nota oficial nas redes sociais, a Comunidade Terapêutica "Tanque de Betesda" informou que por três anos o projeto conseguiu sobreviver graças a doações da população pinhalense.

A partir do dia primeiro de janeiro de 2019, a Comunidade Terapêutica Tanque de Betesda, que já realizou mais de 90 tratamentos gratuitos para dependentes químicos, deixará a cidade de Espírito Santo do Pinhal(SP), por falta de estímulo e apoio da prefeitura.

Os representantes da comunidade informaram que nos últimos meses além da falta de estímulo do poder público, a comunidade foi atacada com mentiras e julgamentos sobre o tratamento oferecido no local. Atualmente as comunidades terapêuticas no Brasil se baseiam no atendimento mais humano, mais justo, compreendendo o Ser em sua totalidade.

Nos centros de referência para tratamento de dependentes químicos, as taxas atuais de recuperação dos usuários é de 3 em cada 10. A mesma taxa atingida aqui pela comunidade, mostrando o sucesso e a importância do serviço que era realizado de forma gratuita em Espírito Santo do Pinhal.
Não se trata apenas de números, são pessoas, histórias, seres humanos, reinseridos na sociedade. Sementes do bem que estão por ai, germinando e transmitindo toda a positividade que comunidade pode lhes ensinar!
A nota finaliza agradecendo as pessoas que os ajudaram com doações nestes três anos de projeto, e que agora segue a caminho da cidade de Mogi Mirim(SP), com o mesmo objetivo: plantar e cultivar "sementes do bem".

Matéria exclusiva do Portal de Pinhal com fotos e informações do Facebook da Comunidade Terapêutica Tanque de Betesda