-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --
Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar deflagram Operação Rodovias Mais Seguras
A ação conjunta da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal de combate intensivo ao crime e infrações está sendo implantada em todo o Estado e teve a presença do governador João Doria na ação realizada hoje na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), km 299, na praça de pedágio Itapecerica da Serra.
Esse é mais um programa de segurança pública de São Paulo, Rodovia Mais Segura vai atuar nas rodovias estaduais e federais, nessas em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal. As ações serão regulares e as datas, horários e locais não serão revelados, para permitir que as ações tenham a melhor efetividade possível e o melhor resultado prático
disse Doria durante a operação.

A medida marca a prioridade do governo do Estado com a segurança em São Paulo, que também busca uma maior integração com a Polícia Federal. O governador João Doria já realizou duas reuniões com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e como resultado e marca dessa aproximação, o Governo do Estado coloca em prática nesta sexta-feira a operação Rodovia Mais Segura.

A fiscalização em grande escala conta com mais de 17 mil policiais militares, que em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal farão combate intensivo ao crime e infrações, garantindo a segurança viária de uma forma inédita no Estado.
Melhorar a segurança nas estradas e, obviamente, prender bandidos, capturar automóveis roubados, armas, munições, drogas, ‘miliciantes’, bandidos, fugitivos do sistema penitenciário e aqueles que também, infelizmente, dirigem em estado de embriaguez, que não utilizam Carteira de Habilitação ou têm Carteira de Habilitação vencida ou que não estão no cumprimento das regras rodoviárias do país
 continuou o governador.

As ações estão ocorrendo desde as 14h até às 2h de sábado (12) e contarão com 8 mil viaturas, distribuídas em 163 pontos de rodovias, com 2.569 blitze no total, entre marginais e acessos às rodovias estaduais e federais de São Paulo.
Uma grande operação envolvendo todo o Estado de São Paulo, cujo objetivo é o combate maciço aos crimes nas rodovias e nas adjacências. Um grande diferencial desses 163 pontos fixos, bloqueios como esse nas estradas, e mais 2.569 periféricos, que sucedam os grandes corredores, uma forma de combatermos o crime e também garantir a segurança viária, sempre com o objetivo de prestar o melhor serviço que os paulistas merecem e requerem
falou o comandante-geral da PM, coronel Marcelo Vieira Salles.

Os veículos selecionados na abordagem serão, num primeiro momento, vistoriados por equipes do policiamento ostensivo (Força Tática, BAEP e policiamento territorial) e, após, será realizada vistoria administrativa de trânsito, com equipes do Comando de Policiamento Rodoviário e da Polícia Rodoviária Federal, momento em que os condutores serão submetidos ao teste do bafômetro e à verificação da documentação e das condições dos veículos para trânsito na estrada.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo atua diuturnamente na maximização dos resultados operacionais e na consequente redução dos indicadores criminais, aumentando a percepção de segurança da população e a diminuição de mortes e acidentes nas estradas paulistas.

Além dos pontos de blitz, as pessoas que presenciarem infrações devem acionar a Polícia Militar pelo telefone de emergência 190.

Fonte Governo do Estado de São Paulo