-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --

Justiça mantém preso vereador de Conchal flagrado em pesqueiro com carga roubada
Defesa de Rodinei Ferreira da Silva (PDT) vai entrar com pedido de revogação da preventiva.

A Justiça determinou neste domingo (24) que o vereador de Conchal (SP) detido no pesqueiro dele com um carga roubada de cerveja permaneça preso preventivamente. Rodinei Ferreira da Silva (PDT) passou por audiência de custódia em Mogi Mirim (SP) durante a manhã.

O advogado dele, Anderson de Paula, disse ao G1, que nos próximos dias vai entrar com um pedido de revogação da prisão preventiva. Ainda segundo a defesa o vereador afirmou que comprou a carga sem saber da procedência.

O vereador e um funcionário do pesqueiro foi detidos no sábado (23) após a Polícia Civil de Mogi Guaçu rastrear a carga com mais de mil fardos de cerveja que foi roubada na quinta-feira (21) na Rodovia Presidente Dutra, próximo a Jacareí, no Vale do Paraíba.

No pesqueiro, que fica próximo à Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), no distrito de Martinho Prado em Conchal, também foram apreendidas uma bomba usada para fazer a transferência de produtos líquidos, uma cartucheira calibre 28 e algumas munições. A Guarda Civil Municipal (GCM) de Conchal apoiou a ocorrência.

O vereador e o funcionário foram levados para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Mogi Guaçu para prestarem esclarecimentos.

O funcionário foi liberado, enquanto o vereador foi preso por receptação qualificada, já que a carga seria para revender no comércio. Ele também vai responder por porte ilegal de arma.

Fonte G1 Notícias
Fotos Gean Mendes/F5 Conchal
Justiça mantém preso vereador de Conchal flagrado em pesqueiro com carga roubada