-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --

Interior reduz homicídios, latrocínios, roubos, furtos e estupros no mês de fevereiro
Além disso, houve ainda redução nas extorsões mediante sequestro e recorde no número de prisões no período

O Interior de São Paulo reduziu, em fevereiro, os casos e vítimas de homicídios e latrocínios, além de quedas em todas as modalidades de roubos e furtos e nas ocorrências de estupros e extorsões mediante sequestro.

Os homicídios dolosos caíram 13,7% em fevereiro, com 18 casos a menos – de 131 para 113. No indicador de vítimas, a queda foi de 11,9%, já que o total passou de 134 para 118 - é o menor da série histórica, iniciada em 2001.

Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de março de 2018 a fevereiro de 2019) chegaram a 6,89 casos e 7,17 vítimas de homicídio doloso a cada 100 mil habitantes do Interior do Estado de São Paulo.

O indicador de casos e vítimas de latrocínio caíram 33,3%, passando de nove para seis no mês de fevereiro. Os índices dos roubos seguidos de morte são os menores da série para o período.

Os roubos em geral apresentaram recuo de 10,9% no segundo mês do ano. Foram 4.472 ocorrências registradas no mês passado, ante 5.021 durante o mês de fevereiro de 2018, ou seja, 549 a menos. É o menor número da série.

Os roubos de veículos tiveram queda de 17,3% em fevereiro, de 973 para 805 ocorrências, em números absolutos foram 168 boletins de ocorrência desta natureza a menos. É o menor número da série para o mês de fevereiro.

Os roubos de carga tiveram queda de 7,1%, passando de 169 para 157, enquanto os roubos a banco diminuíram de dois para zero – é a primeira vez que o indicador fica zerado na série histórica do período.

Os furtos em geral apresentaram queda de 3,3%, passando de 18.828 para 18.216, ou seja, 612 casos a menos. Os furtos de veículos caíram 13,1%, de 2.972 para 2.582 – 390 a menos. São os menores números da série.

Os estupros caíram 2,9% no mês, passando de 590 para 573, ou seja, 17 ocorrências a menos. Não houve registros de extorsões mediante sequestro no segundo mês deste ano – é a sexta vez que o indicador fica zerado.

Produtividade policial
O trabalho realizado pelas três polícias no Interior de São Paulo resultou em 10.168 prisões no mês passado. A quantidade, que representa aumento de 6,52% - é a primeira vez que o indicador ultrapassa o total de 10 mil.

No mesmo período, 611 armas de fogos foram retiradas das ruas e 2.840 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Fonte Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo