-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --

Podem participar brasileiros que residem fora do país

Seguem abertas até o dia 05 de julho as inscrições no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos que residem fora do país – o Encceja Exterior 2019. Destinado a pessoas que não finalizaram os estudos na idade adequada, inclusive àquelas que cumprem penas privativas de liberdade (PPL), a avaliação é gratuita e realizada de forma voluntária
.
As provas do Encceja 2019 no exterior contemplam os níveis fundamental e médio da educação básica. Os participantes precisam ter idade mínima de 15 anos e 18 anos, respectivamente, completos até a data da aplicação, em 15 de setembro.

Serão 18 cidades e 12 países participantes: Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Houston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Amsterdã); Itália (Roma); Japão (Nagoia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres), Suíça (Genebra) e Suriname (Paramaribo).

Porém, a aplicação do Encceja Exterior PPL 2019 em Unidades Prisionais acontecerá em Tóquio, capital do Japão, entre 16 e 27 de setembro. A informação foi disponibilizada no edital do exame, publicado em 12 de junho pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Provas Encceja 2019
São aplicadas quatro provas do Encceja Exterior 2019, em cada nível de ensino, com 30 questões objetivas de múltipla escolha. Haverá também uma prova de redação. A nota mínima para conseguir a Certificação de Conclusão de Ensino Fundamental ou Ensino Médio equivale a 100 pontos, nas provas objetivas, e a 5 pontos na redação.

No entanto, o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à Declaração Parcial de Proficiência. Cabe ao Colégio Pedro II do Rio de Janeiro e ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB) a emissão de ambos os documentos citados.

Cabe ao Inep, organizadora do exame, enviar os certificados e declarações de proficiência para o Ministério das Relações Exteriores. Este deverá encaminhá-los às Embaixadas e aos Consulados-Gerais do Brasil em cada país, bem como avisar aos participantes que os documentos estão disponíveis. Os resultados estarão disponíveis para consulta no site sistemasEncceja2.inep.gov.br/exteriorhttp://enccejanacional.inep.gov.br/encceja-exterior/#!/inicial, mediante a inscrição do CPF e da senha de acesso cadastrada no ato da inscrição.

Fonte: Tunísia Cores | Agência Educa Mais Brasil