-- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE --

Funcionários dos Correios suspendem paralisação, mas mantêm estado de greve
SÃO PAULO - Os funcionários dos Correios suspenderam na noite de terça-feira (17) a paralisação iniciada na semana passada. O "estado de greve", entretanto, permanece.

Os trabalhadores, que reivindicam dissídio e são contra a privatização da estatal, aguardam o julgamento do dissídio no dia 2 de outubro. Até lá, está mantido o acordo coletivo da categoria. "O tribunal julgará a manutenção do Acordo Coletivo na íntegra, o reajuste dos salários e benefícios, o pagamento dos dias parados e a questão de pais e mães no convênio", disse a Findtec (Federação interestadual dos sindicatos dos trabalhadores e trabalhadoras dos correios) em nota.

A empresa disse trabalhar para normalizar as entregas "o mais rápido possível".

"A empresa espera chegar a um entendimento razoável sobre o ACT 2019/2020, com a confiança de que o Tribunal reconhece a importância de, neste momento, retomar o equilíbrio financeiro de uma empresa tão estratégica quanto os Correios", diz nota oficial.

Fonte Infomoney